Policial militar aposentado é uma das vítimas do acidente em Capitólio

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou que 10 pessoas vieram a óbito após o cânion se desprender e atingir quatro embarcações.

Por Samara Tibúrcio

O acidente que ocorreu na cidade de Capitólio no último sábado (8/1) deixou 10 mortos, segundo o Corpo de Bombeiros. Entre as vítimas fatais do grave acidente estão o policial militar aposentado Sebastião Teixeira da Silva de 64 anos, sua esposa Marlene Augusta Silva de 57 anos, o filho do casal Geovany Teixeira da Silva de 37 anos, e o neto Geovany Gabriel Oliveira da Silva de 14 anos. 

Aposentado desde 2008, o ex-policial trabalhava no 24º BPM em Varginha e saiu da cidade de Serrania (MG) para acampar junto com a família em um sítio da região quando decidiram dar um passeio de lancha.

No acidente, quatro embarcações foram atingidas, afundando duas delas e deixando 32 pessoas feridas. Das 32 vítimas, pelo menos 23 foram encaminhadas pelo Corpo de Bombeiros a hospitais da região. 

O trabalho de busca feito por mergulhadores foi interrompido durante a noite e o Corpo de Bombeiros retomou as operações de buscas por vítimas por volta das 5h da manhã de domingo (9), ao final da tarde todos os corpos haviam sido encontrados pelo Corpo de Bombeiros encerrando assim as buscas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros 50 militares participaram da operação de resgate, entre bombeiros militares e militares da Marinha do Brasil; 11 mergulhadores dos Bombeiros especialistas nesse tipo de operação e já familiarizados com a área de busca; 4 lanchas e 3 motos aquáticas da Marinha e dos Bombeiros lançadas no local de busca já delimitado, além do apoio de 7 viaturas.

A Polícia Civil de Minas esteve no local para identificar os danos e as causas do acidente e a Marinha do Brasil instaurou inquérito para apurar as causa e as circunstâncias do acidente.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

1 × 1 =